ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA 2021

A Associação Brasileira de Professores de Latim realizou, em 26 de agosto de 2021, uma assembleia extraordinária em que foi aprovada a prorrogação do mandato da atual diretoria para março de 2022, quando será realizado o VIII Encontro Nacional de Professores de Latim e será eleita a nova diretoria.

A Presidente da ABPL divulgou também a abertura de um questionário para a coleta de dados e criação de uma publicação sobre o perfil do docente de latim no Brasil.

Ao final da Assembleia, a Diretoria apresentou um conjunto de ações voltadas à preparação do evento de 2022.

O VIII Encontro Nacional de Professores de Latim ocorrerá em um evento virtual da ABPL com uma semana de atividades destinadas às docentes e aos docentes de latim. A proposta do evento é discutir uma agenda com o objetivo de produzir conhecimento sobre a área, de forma a auxiliar nossas professoras e professores em seus processos de negociação e de divulgação de uma área consolidada. O evento será realizado de 14 a 18/03/22. No último dia do evento, ocorrerá a assembleia em que se definirão as futuras agendas da ABPL e sua nova diretoria para o próximo biênio.

Nossa preparação para o VIII Encontro Nacional ocorrerá por meio de lives transmitidas pelo canal da ABPL no Youtube, programadas para serem realizadas com docentes de latim de diversas instituições brasileiras. As lives serão mensais (de setembro/2021 a fevereiro/2022).

PRINT_ASSEMBLEIA_ABPL_2021-08-26 às 18.29.33.png

PERFIL DO DOCENTE DE LATIM NO BRASIL

A primeira versão de uma pesquisa sobre o perfil do docente de latim no Brasil, sob a responsabilidade do Professor Fábio Fortes (UFJF), teve seu resultado preliminar divulgado no VII Encontro Nacional de Professores de Latim, que ocorreu na Universidade Federal de Juiz de Fora, em 21/09/2018. Após a assembleia extraordinária realizada em agosto de 2021, publicamos no site o resultado dessa primeira investigação realizada.  

 

A edição 2021 deste questionário é uma versão ampliada daquela de 2018, uma vez que as alterações curriculares por que tem passado algumas universidades tem colocado o docente de latim diante de processos complicados de explicação do motivo da permanência da área no currículo acadêmico. Contamos, pois, com sua participação!  

 

Concluídas as etapas de respostas a esta nova edição e de tratamento da informação, a ABPL publicará, no VIII Encontro Nacional de Professores de Latim, um pequeno volume com dados sobre o perfil do docente de latim no Brasil e sobre a situação de ensino e de aprendizagem da língua em nosso país, de modo a dar a conhecer dados a serem utilizados pelos docentes em suas instituições para a divulgação da área.